7 Dicas para cuidar da pele dos bebês

Tem coisa mais gostosa e amada do que pele de bebê? Mas para que elas possam estar constantemente macias há alguns cuidados que nós, papais e mamães, precisamos tomar. Por isso, separemos 7 dicas para cuidar da pele dos bebês:

#Dica 1
Banhos apenas com água morna e sem uso de buchas naturais. A água muito quente pode queimar a pele ou até mesmo deixá-la mais sensível a coceiras e machucados, enquanto as buchas retiram da pele a sua camada mais externa de proteção. Além disso, cuidado com a quantidade de água na banheira, que não deve passar da altura do quadril do bebê sentado.

#Dica 2
Durante o banho, use sabonetes, shampoos e outros produtos neutros. Evite a química, já que ela pode prejudicar o couro cabeludo e também a pele do bebê pela diferença do pH desses produtos e do corpo infantil.

#Dica 3
No fim do banho, coloque uma toalha leve e suave recobrindo o corpo do seu pequeno. E nada de esfregar para secar a pele! O ideal é retirar a água através de toques mais leves e carinhosos. Logo depois, vista a criança.

#Dica 4
Exponha seu filho ao sol, pois ele fornece à pele vitamina D, mas, atenção, 30 minutos é tempo suficiente e sempre durante o período do “sol bom, ou até as 10h da manhã ou depois das 16h.

#Dica 5
Prefira roupas leves, largas e, de preferência, de algodão para as crianças, que permitem a troca de ar entre o ambiente e o corpo e, assim, a pele do seu bebê irá respirar tranquilamente.

#Dica 6
Hidrate a pele! Sim, bebês já possuem a pele macia, mas é super importante manter a hidratação com cremes, pois sua pele é mais fina, frágil e requer mais cuidados do que a pele dos adultos. Você pode aproveitar e fazer uma massagem ou praticar a shantala para manter o bebê relaxado e até aliviar as famosas cólicas.

#Dica 7
Atenção aos sinais da pele! Bebês podem desenvolver alguns tipos de doenças de pele como alergias, icterícia, miliária ( a famosa brotoeja), dermatite (seborreica ou de contato) e até psoríase, pois a pele dos recém-nascidos possuem menos fibras elásticas e colágenas, facilitando a entrada de substâncias tóxicas ou bactérias.

Uma recomendação importante é ficar de olho na fralda. Crianças que sofrem de psoríase, por exemplo, podem sofrer com uma nova aparição da doença quando têm assaduras por conta do uso constante da fralda suja. Além disso, a urina e as fezes podem alterar o pH da região, fragilizando os mecanismos naturais de defesa do corpo do seu filho. Por isso, troque as fraldas sempre que puder (e que realmente for necessário).

Agora que você já leu todas as dicas é só cuidar bem da pele do seu bebê e apertar, cheirar e amassar muito essa fofurinha! ;)

Published by Rubia Rocha

Rubia Rocha, publicitária, designer e apaixonada por artesanato, estava decidida a produzir o seu próprio casamento na intenção de encontrar alternativas criativas para subir ao altar. Para se organizar melhor, começou a arquivar as melhores inspirações e ideias no Blog do casamento, que hoje é referência no assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close Bitnami banner
Bitnami