Casamento por adesão

Esse tema é extremamente delicado porque geralmente acaba gerando desconforto e surpresas aos convidados, mas vamos lá…

O casamento por adesão nada mais é do que um jantar onde o convidado é quem paga a conta, o famoso “cada um paga o seu”. A dinâmica do casamento é a mesma: Depois da cerimônia na Igreja, todos seguem para o local do jantar, só que a diferença é que no final, é cada um por si.

Essa prática é usada por casais que tem “verba zero” ou mínima  para uma festa de casamento, mas desejam viver seu grande dia mesmo assim. A ideia é válida, mas sinceramente, é preciso ter muuuuito cuidado para essa escolha não ser desastrosa.

Abaixo listei algumas situações que precisam ser levadas em consideração antes de planejar um casamento com jantar por adesão.

1 ) Pesquise seus convidados. Antes de planejar sua festa, veja o que eles pensam sobre o assunto. Se houver aprovação da maioria, faça seu casamento sem medo de ser feliz.

2) O  ponto positivo é que a festa ficará mais em conta para os noivos, pois a parte mais onerosa de um casamento, é o jantar.

3) É muito importante que você faça um convite e nele deixe bem claro que o jantar é pode adesão. Já ouvi relatos de convidados que foram despreparados para a festa (sem cartão, sem dinheiro, sem cheque) e ficaram surpresos com a situação, além de sairem  fazendo comentários maldosos.

Uma sugestão de texto para o convite seria:

Após a cerimônia, a recepção será  no Restaurante ____________________, Rua __________________________________________. (Jantar por adesão)

4) Além de ressaltar essa observação no convite, não deixe de informar aos convidados pessoalmente, para evitar “falhas de comunicação”.

5) A porcentagem de comparecimento a uma festa por adesão pode cair bastante. Obviamente que as pessoas mais queridas da família não ligarão para isso, mas pense que para um casal com dois filhos, por exemplo,  o valor do jantar é consideravelmente alto, incluindo os gastos com roupas, maquiagem e afins, por isso muitas pessoas acabam desistindo.

6) Se fizer uma lista de presentes, não divulgue em minicards nos convites, nem mesmo no site dos noivos. Seja discreta e só divulgue a sua lista para as pessoas que insistirem em te presentear.

Minha opinião: Festa por adesão funciona para poucos convidados, aqueles mais amados que iriam até para a lua por você.

Vocês já devem ter ouvido falar que em qualquer casamento, por mais maravilhoso que seja, sempre tem alguém que sai falando mal de alguma coisa. Imagine então em uma festa por adesão. Infelizmente funciona assim.

Por isso a minha dica é a seguinte. Se você tem poucos recursos para fazer sua festa, porque não fazer somente um brinde após a cerimônia??? É mais simples, porém não menos emocionante, e você não gastará quase nada a mais por isso.

Se você gostou da dica, então você PRECISA ler este post (clique aqui) .

Imagem:  Tana Photography

Veja também:
Casamento na pizzaria
Jantar ou coquetel, qual a opção mais econômica para o seu casamento
Como fazer uma festa de casamento gastando pouco

 

 

 


 

Published by Rubia Rocha

Rubia Rocha, publicitária, designer e apaixonada por artesanato, estava decidida a produzir o seu próprio casamento na intenção de encontrar alternativas criativas para subir ao altar. Para se organizar melhor, começou a arquivar as melhores inspirações e ideias no Blog do casamento, que hoje é referência no assunto.

5 comments on “Casamento por adesão”

  1. É, eu acho que é melhor fazer um brinde e pronto. Depois o casal, pais e padrinhos podem ir comemorar em algum lugar, mas, esses não precisam de frescura, conhecem a situação dos noivos e não se importariam de pagar a conta!

    casandofinalmente.blogspot.com.br

  2. Acho super justo esse tipo de comemoração, e claro, é algo bem particular, só pra família e amigos msm, os que fazem questão de comemorar cm os noivos! ?

  3. Olá Rúbia, tenho várias dúvidas, espero muito que responda :)
    Estamos pensando em fazer casamento por adesão porém, não vamos fazer em um restaurante.
    Vamos fazer a recepção em um salão, como sou evangélica não haverá “balada” mas vamos ter uma banda tocando para pessoal de divertir, buquê de fita, fotos… todas essas coisas. Bebida, bolo e doces por nossa conta.
    Só cobraríamos 30,00 (dos adultos) pelo buffet que será servido no dia, o que acha da ideia?
    Nesse caso, posso colocar lista de presente?
    Pensamos em dar para os padrinhos as gravatas e definir uma paleta de cor para as madrinhas, fica chato?

    1. Oi Paloma, tudo bem? O problema de fazer a adesão em um salão de festa é como vocês fariam essa cobrança, sabe?

      Já com relação as roupas, você terá que analisar muito bem o perfil financeiro das suas madrinhas antes de pedir para elas combinarem cor. Em momentos de crise como esse, é importante ter certeza que isso não será um problema para elas a ponto de recusarem o convite.

      Uma opção é você deixar que as próprias madrinhas escolham a cor. Assim facilita bastante também, caso elas já tenham vestidos ou possam emprestar.

      Você pode fazer lista de presente, mas como o casamento será por adesão, o recomendado é deixar essa informação bem discreta, pois a maioria dos convidados que vai a um casamento por adesão, acaba não presenteado os noivos =(

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close Bitnami banner
Bitnami